Tentativa de Homicídio: o que se sabe até agora

Durante o início da tarde desta terça-feira (18), uma ocorrência de disparo de arma de fogo foi registrada na região central de Mandaguari. A equipe de reportagem do Portal Agora compilou uma linha do tempo detalhada desde o início do incidente até o acidente envolvendo uma viatura policial.

O Incidente

Por volta das 13h, um homem identificado como Márcio Gabriel de Souza Ribeiro, de 24 anos, foi vítima de diversos disparos de arma de fogo enquanto passava pela Avenida Amazonas. Testemunhas inicialmente disseram que Márcio estava saindo de uma agência bancária. No entanto, de acordo com imagens de câmeras de segurança, a vítima estava passando pela calçada e montou em sua moto quando foi atingida pelos tiros.

Uma dupla de criminosos, que estavam em um veículo GM/Astra de cor vermelha, aproximou-se e começou a atirar contra Ribeiro. Ele foi socorrido em estado gravíssimo e encaminhado ao Hospital Universitário de Maringá (HUM). Após tentar executar o jovem, os criminosos fugiram rapidamente do local.

Acompanhamento Tático

Ao receber a informação, a Polícia Militar de Mandaguari chegou ao local em menos de cinco minutos. Os policiais, Cabo Gonçalves e Soldado Plath, foram informados de que os atiradores haviam deixado o local. Um acompanhamento tático foi iniciado. Em determinado momento, um veículo VW/Saveiro não percebeu os sinais luminosos da viatura e avançou na pista, ocasionando um acidente. Felizmente, nem os policiais e nem os terceiros envolvidos não se feriram.

A Vítima

Márcio Gabriel de Souza Ribeiro foi socorrido em estado grave pelos socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e pelo Corpo de Bombeiros de Mandaguari. Ele foi entubado e encaminhado ao Hospital Universitário de Maringá (HUM). Até o momento, não há informações atualizadas sobre o quadro clínico do jovem.

A Investigação

A Polícia Civil já iniciou as primeiras investigações para identificar e localizar os autores do crime. As imagens das câmeras de segurança estão sendo analisadas, e testemunhas estão sendo ouvidas. As autoridades pedem que qualquer informação que possa ajudar na identificação dos criminosos seja comunicada imediatamente.