Ulisses Maia sanciona lei que autoriza participação de Maringá em consórcio de vacinas

O projeto entrou em regime de urgência na Câmara Municipal e foi aprovado por unanimidade na sessão desta quinta-feira (11).

Ainda nesta quinta-feira (11) o prefeito Ulisses Maia (PSD) sancionou a Lei, que permite Maringá integrar a Frente Nacional dos Prefeitos.

O consórcio que reúne os líderes dos municípios deve ser oficializado até o fim do mês. E então, dará início ao processo de compra dos imunizantes, e distribuição aos municípios. É o que explica o secretário de Comunicação, Marcos Cordiolli.

“Essa lei já sancionada está sendo encaminhada para a Frente Nacional dos Prefeitos, em Brasília. Eles nos disseram que, recebendo os projetos aprovados, até o fim do mês o consórcio deve estar regularizado de forma legal e apto para buscar vacinas em nome dos municípios participantes. Imaginamos que a frente já esteja em contato com fornecedores e, provavelmente, as negociações devem se concretizar em meados do mês de abril”, explicou.

Segundo ele, Maringá tem recursos para a compra das doses e a pretensão do município é adquirir imunizantes para 200 mil maringaenses.

“Nós temos um superávit relativo ao último período de R$ 115 mi. Esse recurso o prefeito deixou disponibilizado para este fim (compra de vacinas). A Frente Nacional será comprada e rateada entre os municípios. Quanto mais forem compradas, mais acesso teremos”, afirmou.

Maringá vai continuar tentando viabilizar a compra de vacinas por conta, mas que por meio do Consórcio, o processo pode ser mais rápido.

O presidente da república Jair Bolsonaro sancionou nesta quarta-feira (10) a Lei que permite os estados e municípios a comprarem vacinas.

Segundo a Lei, as doses compradas pelos municípios, que precisam ter aval da Anvisa, deverão ser doadas ao SUS.

Maringá recebeu mais um lote de vacinas da CoronaVac nesta quinta-feira (11). Um total de 2.910 doses. As remessas foram distribuídas pelo Governo do Estado. Desde o início da campanha de vacinação, Maringá imunizou 23.553 pessoas com a 1ª dose.