Cotidiano

Adolescente mandaguariense se classifica para Campeonato Brasileiro de Judô

Luan Eckel foi destaque na competição que ocorreu no último sábado (30/3), conquistando o segundo lugar
["Aluno da turma de altas habilidades do Col\u00e9gio Pallotti, ","Luan Eckel j\u00e1 coleciona conquistas e premia\u00e7\u00f5es"]

Criado há pouco mais de cem anos no Japão, o judô é arte marcial suave que usa o corpo como alavanca para envolver e imobilizar o adversário, utilizando a força do outro em benefício próprio. Uma das leis desta luta é fazer o mínimo esforço para a máxima eficiência.

Assim como toda atividade física, são inúmeros os benefícios que a prática da luta traz para a saúde. Desenvolvimento do corpo, agilidade, equilíbrio, velocidade, coordenação, flexibilidade, disciplina, capacidade de analisar a realidade que o cerca e a busca de valores como honestidade, humildade, solidariedade e respeito são apenas algumas das vantagens.

O mandaguariense Luan Eckel é judoca há sete anos e começou a ter contato com o esporte bem novinho, aos quatro anos. A iniciativa partiu dos pais, Greice Kelly e Andreo. “Eles me perguntaram se eu não gostaria de praticar algum esporte, treinar algum tipo de luta. Sugeriram o Judô. Comecei a fazer as aulas e não parei mais”, conta.

A evolução foi constante e Luan já trocou de faixas algumas vezes. “Comecei com a branca, mas já passei pela cinza, azul, amarela e atualmente sou faixa laranja”, diz.

Tanto esforço e empenho trouxeram resultados. No último sábado (30/3), o mandaguariense participou da Seletiva Paranaense na categoria de 47kg Sub 13 e conseguiu uma vaga para competir no Campeonato Brasileiro de Judô. “Fiquei em segundo lugar estadual. Foram sete lutas. Ganhei as seis primeiras e só perdi na final, para um competidor de Cascavel”, relembra.

Entretanto, engana-se quem acredita que o caminho trilhado por Luan para alcançar essa vitória foi fácil. “Eu treinava em Mandaguari, mas minha treinadora disse que estava fraco o interesse dos alunos por aqui, então ela acabou mudando para Sarandi. Agora eu vou de duas a três vezes por semana para lá, para treinar”, afirma.

O treinamento para a competição nacional está intenso. Luan conta que o campeonato será realizado entre os dias 12 e 14 de abril, em Brusque (SC). “Nós começamos a intensificar os treinamentos, mas próximo ao campeonato, vamos diminuir e relaxar. Minha treinadora sempre diz que é importante esse descanso próximo à uma competição, para não sobrecarregar o corpo nem correr risco de se lesionar ou algo do tipo”, explica.

Em entrevista à Rádio Agora FM (91,3), estiveram presentes Telma Munecata, a diretora do Colégio Estadual São Vicente Pallotti, e a professora da turma de altas habilidades, Valéria Pinheiro. As duas contam que essa não foi a primeira vez que Luan foi destaque. “Ele recebeu uma menção honrosa pelo bom desempenho na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) e sempre é parabenizado pelas boas notas. O Luan é um aluno bom em tudo o que faz, comprometido e responsável. Não foi surpresa para nós que ele se destacasse nessa competição também”, afirmaram. 

 

* Matéria publicada na 296ª edição do Jornal Agora.