Mandaguari

Aceman: Fechar não é a solução

Associação adere a campanha que pede reabertura do comércio e da indústria

A Associação Comercial e Empresarial de Mandaguari (Aceman) aderiu à campanha “Fechar não é a solução”, pela reabertura do comércio e indústria. A iniciativa é apoiada por entidades como CACINOR - Coordenadoria das Associações Comerciais e Empresariais do Norte e Noroeste do Paraná, FACIAP - Federação da Associações Comerciais e Empresariais do Estado do Paraná e Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB).

“Tem sido um ano de muita luta para todo o comércio e indústria da região, com relatos diários de dificuldades e incertezas com o futuro. Muitos empresários já tiveram que demitir seus funcionários e muitas famílias já sentem as consequências das portas do comércio e indústria fechadas. Não aceite aglomerações! Denuncie quem não respeita as medidas!”, diz a Aceman em comunicado oficial.

Em postagens feitas em redes sociais, a Aceman relembra que festas clandestinas não são culpa da indústria e do comércio. “ A falta de leito nos hospitais não é culpa da indústria e do comércio! As autoridades precisam parar de penalizar aqueles que querem trabalhar. A indústria e o comércio não podem parar!”, reforça a associação em outra postagem.

Ainda segundo a associação, tanto comércio quanto indústria seguem todas as recomendações das autoridades de saúde, portanto o fechamento total não resolve o problema da Covid-19, e causa uma série de outros transtornos. 

LOCKDOWN - A campanha da Aceman surge após o decreto municipal 162/2021 determinar a suspensão de atividades não-essenciais até a próxima quinta-feira, dia 11 de março. O “lockdown” foi adotado como forma de diminuir a circulação de pessoas para tentar minimizar a propagação da Covid-19.