Paraná

Vacinas da Johnson & Johnson vão imunizar trabalhadores do transporte no Paraná

Lote com vacinas chegará na sexta-feira (11) e as doses serão distribuídas para 178,6 mil pessoas, de acordo com o Plano Estadual de Vacinação.

Até a próxima sexta-feira (11), devem chegar no Paraná as doses da vacina da Janssen, fabricadas pelo braço farmacêutico da Johnson & Johnson, que vão ser usadas para imunizar um novo grupo: os trabalhadores da carga pesada, ou seja, vão contemplar profissionais do transporte coletivo rodoviário de passageiros, do transporte ferroviário, do transporte aquaviário e caminhoneiros. A informação foi divulgada pela Secretaria Estadual da Saúde (Sesa) nesta quarta-feira (9). 

De acordo com a SESA, este grupo engloba 178,6 mil pessoas.

A quantidade de doses destinadas ao Paraná ainda não são concretas, porém de acordo com o cronograma estabelecido pelo governo federal ao longo do ano, a Sesa trabalha com a perspectiva de que sejam 150 mil vacinas.

A temperatura de armazenamento e o transporte dos imunizantes não oferecem desafios à logística, pois a vacina pode ser preservada em geladeiras comuns, entre 2ºC e 8ºC.

Segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde, a recomendação é que essas doses se limitem a Curitiba e não sejam distribuídas aos municípios. 

Os imunizantes integram o primeiro lote com 3 milhões de doses disponibilizado ao Brasil pela farmacêutica norte-americana e têm prazo de validade até 27 de junho, por isso a necessidade de distribuição e aplicação rápidas.

VACINA- Ao contrário das outras vacinas o imunizante da Janssen tem apenas uma dose. E  eficácia de 85% na prevenção de casos graves e oferece proteção completa contra hospitalização e morte por Covid-19, segundo estudo divulgado em janeiro.