Paraná

Vacina contra covid-19 deve ser gratuita e eficaz, defende Romanelli

O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB), primeiro secretário da Assembleia Legislativa do Paraná, defendeu nesta segunda-feira (3) a distribuição de uma vacina contra o coronavírus eficaz e gratuita, preferencialmente ainda este ano, para todos os paranaenses.  Romanelli participou da live com o governador Carlos Massa Ratinho Junior em que a Assembleia Legislativa formalizou o repasse de R$ 100 milhões para a compra do imunizante assim que estiver disponível no mercado internacional.

"Queremos vacinas assim que estiverem disponíveis. Uma vacina eficaz e gratuita. Já fizemos o repasse de R$ 50 milhões na quarta-feira (29) e vamos fazer outro até o final de agosto de mais R$ 50 milhões. O Estado vai ter esse dinheiro em caixa para fazer parcerias na produção do imunizante", disse Romanelli durante ato no Palácio Iguaçu.

A Organização Mundial da Saúde informou que há 165 vacinas sendo desenvolvidas. Seis estão na fase 3, a última.  Duas das vacinas em estágio mais avançado contam com a participação brasileira. O Instituto Butantã trabalha no desenvolvimento junto à farmacêutica chinesa Sinovac para produção e testes.

Produção - O deputado informou ainda que já foram feitos vários contatos com autoridades sanitárias da Rússia, Inglaterra e China, no sentido de estabelecer os critérios para a transferência de tecnologia para o Paraná. Dessa forma, o Estado poderá produzir as vacinas

Romanelli informou também que as negociações com laboratórios são estratégicas ao Estado. “Nós estamos discutindo isso com os governos russo e chinês, que têm os dois laboratórios, além também com outro, de Oxford, na Inglaterra”. A estimativa é de que a vacina russa fique pronta primeiro.

A Sinopharm, maior laboratório chinês, também mantém parceria estratégica com o Estado, por meio do Tecpar, para a produção estadual da vacina, com transferência de tecnologia. Outro imunizante também previsto para logo, é o da Universidade de Oxford, na Inglaterra, que está sendo testado no Paraná. 

Gratidão — O governador Ratinho Júnior agradeceu aos deputados pela autorização na liberação do recurso e destacou a parceria entre a Assembleia Legislativa e o Governo do Paraná. Para ele, o parlamento estadual demonstra compromisso ao garantir os recursos necessários para a compra de vacinas para combater o novo coronavírus.

Ratinho Júnior explicou que o ato é mais um recurso que a Assembleia Legislativa repassa ao Estado para ao enfrentamento à pandemia. “É um recurso muito grande, destinado a compra de vacinas, assim que o Ministério da Saúde e os laboratórios do mundo todo, que estão trabalhando para que a vacina esteja rapidamente disponível no mercado”.

Ratinho reforçou o compromisso dos deputados no aporte financeiro na formação de um caixa para dar segurança e defender a saúde dos paranaenses. “É um gesto importante. Nenhuma Assembleia Legislativa do Brasil fez algo tão inovador como esse. Nos inspira e nos orgulha muito nesse momento, ter esse gesto dos nossos parlamentares e da Assembleia Legislativa do Paraná”.

Harmonia - O deputado Romanelli lembra também que os deputados reconhecem o empenho do Estado nas ações de combate à Covid-19. “O Governo do Paraná não está passivo em relação à questão da solução definitiva para enfrentamento da Covid-19 e articula ações nacionais e internacionais em busca da vacina, inclusive disponibilizando o Instituto Tecpar como parceiro para a produção dessas vacinas”, destaca.

Romanelli também destacou a harmonia entre os poderes no Paraná para garantir segurança, saúde e todos os protocolos de segurança aos paranaenses no combate à pandemia.

“Temos visto pelo Brasil afora, relações extremamente conflituosas entre o parlamento estadual e o Governo do Estado. No Paraná, o clima de harmonia e parceria na busca de soluções criativas. Por isso, estamos todos aqui, juntos e unidos para dar as soluções que o povo paranaense espera de todos nós”, completa.