Esporte

Torcedores se recusam a manter distanciamento social e são expulsos de final da Copa da Dinamarca

Decisão é interrompida aos 30 do primeiro tempo e fica 15 minutos paralisada depois de aglomeração de ultras do Aalborg, que são retirados do estádio. SonderjyskE é campeão

A final da Copa da Dinamarca foi interrompida aos 30 minutos do primeiro tempo depois que torcedores do Aalborg se recusaram a obedecer as regras de distanciamento social na arquibancada. A decisão contra o SonderjyskE, em Esbjerg, permaneceu paralisada por cerca de 15 minutos e só foi restabelecida depois que o grupo foi expulso do estádio.

Para a final, foram disponibilizados 725 ingressos para cada equipe. Os fãs poderiam acompanhar a partida, desde que respeitassem a distância de um metro entre eles. Os ultras – como são conhecidas as torcidas organizadas europeias – do Aalborg se aglomeraram.

Membros da comissão técnica do Aalborg e os próprios jogadores fizeram apelo aos seus torcedores para que respeitassem a exigência, mas eles se recusaram.

O Aalborg era melhor na partida, mas perdeu a decisão por 2 a 0. Anders Jacobsen marcou os dois gols do SonderjyskE, jovem equipe de 16 anos, que conquista o seu primeiro título nacional da história.