Policial

Suspeito de matar policial militar de Sarandi é preso no Paraguai

A polícia do Paraguai prendeu, na tarde desta quinta-feira (29) Vagner Mariano, de 27 anos, acusado de matar o policial militar de Sarandi Juliedes Nunes, de 37 anos, morto a tiros em 25 de abril de 2019 durante uma emboscada.

Segundo a polícia, Juliedes foi assassinado porque combatia o tráfico de drogas no bairro onde morava em Sarandi. 

O suspeito foi preso em Santa Rita, no Paraguai, pelo Departamento de Polícia de Alto Paraná.

Mariano estava foragido desde fevereiro de 2020 quando fugiu do Presídio em Porto Velho, Rondônia, durante uma fuga em massa de detentos. 

Segundo o delegado Adriano Garcia, que investiga o caso, Vagner Mariano seria o atirador. Uma das testemunhas do crime, a mulher que teria atraído o policial para a emboscada, revelou o nome do suspeito para a polícia em depoimento em junho de 2019.

A mulher também acabou confessando que foi Mariano quem atirou em Juliedes. Antes das revelações, a polícia ainda suspeitava que os dois homens que estavam presos seriam os atiradores. 

O suspeito deve ser transferido para o Brasil nos próximos dias, mas essa informação ainda não foi confirmada pela polícia paraguaia.