Mandaguari

Sinal amarelo

Com “risco moderado” de contaminação, Mandaguari não deve ter alterações em horários nas próximas duas semanas

A Comissão Municipal de Enfretamento à Covid-19 de Mandaguari readequou a forma de calcular e divulgar o nível de risco da doença no município. No início, a Taxa de Positividade (TP), que é usada para a avaliação, era divulgada todos os dias; a partir de agora, será publicada semanalmente, sempre às quartas-feiras. Apesar disso, essa divulgação poderá ser feita em outro dia da semana, de forma excepcional, sempre que for constatada a necessidade de mudança na tabela, em prol da proteção dos munícipes. O Boletim indicando os números de casos continuará a ter divulgação diária.

A TP (porcentagem de casos positivos dentre os casos testados) determina se a cidade encontra-se em Risco Baixo (TP de 0 a 20%); Risco Moderado (TP de 21 a 40%); Risco Alto (TP de 41 a 60%); Risco Muito Alto (TP de 61 A 80%); e  isco Extremo (TP acima de 81%). A medida serve para nortear as ações da administração municipal para todos os setores da cidade.

Para a definição da taxa, é calculada a média percentual de casos positivos em relação aos testes feitos nos últimos 14 dias, o que faz com que sejam comuns oscilações constantes. Por essa razão, para que as medidas adotadas pela administração pública não mudem constantemente sem a real necessidade, impactando principalmente no horário de funcionamento do comércio e outros estabelecimentos, a comissão optou por mudar a indicação de risco somente se a TP ficar estável durante três dias.

A secretária de Saúde e presidente da Comissão, Deise Vernillo, explica que a mudança na metodologia facilita a edição e a aplicação dos decretos municipais. “Queremos evitar, por exemplo, que em um dia a TP nos indique Risco Alto, causando mudanças em todos os setores, que devem se adequar aos decretos municipais, e no outro aponte Risco Moderado [no qual a cidade se encontra], fazendo com que se volte atrás em relação às medidas. Por isso vamos continuar fazendo os cálculos diariamente e observar a oscilação da TP, que, mantendo-se estável por três dias, levará à mudança do nível de risco. Quando, e se, houver mudança na tabela, as medidas previstas terão validade por 15 dias. Todas as decisões tomadas pela comissão são baseadas em estudos técnicos”, explica a secretária.

Desde o dia 26 de junho, Mandaguari utiliza a metodologia de orientação a partir da TP para a elaboração dos decretos municipais, que estipulam o comportamento a ser adotado no município em todos os setores da cidade, conforme o nível de risco de contágio do novo coronavírus.

Risco moderado

No momento atual, a cidade está classificada em Risco Moderado (alerta amarelo), com a TP em 34,89%, no qual a conduta adotada deve ser de Distanciamento Social Coletivo – Intermediário. As ações devem ser basicamente as mesmas já em andamento, com medidas gerais para redução da transmissibilidade, como higienização das mãos e dos ambientes, uso de máscara e distanciamento social. Nesse nível, o horário de funcionamento do comércio é de 9 horas diárias de segunda a sexta-feira e de 4 horas aos sábados. Além disso, há a suspensão de atividades e eventos que promovam aglomeração, além de restrição da circulação de pessoas entre 22h e 5h (toque de recolher).

Entenda o que significa cada cor na tabela de riscos divulgada pelo município e quais ações podem ser tomadas.

Veja a seguir o “Covidômetro”, indicando quais restrições cada atividade pode sofrer conforme o avanço da pandemia em Mandaguari.

*Texto publicado na 348ª edição do Jornal Agora