Política

PSL decide expulsar deputado Alexandre Frota após críticas a Bolsonaro

Deputado federal por SP já recebeu convite de DEM, PSDB, Podemos, MDB e PP
(Foto: Folhapress)

O PSL decidiu, em reunião realizada nesta terça (13), expulsar o deputado Alexandre Frota (SP) da legenda. Eleito com 156 mil votos, Frota não tem poupado críticas ao presidente Jair Bolsonaro, o que acabou motivando a expulsão, informa o jornal Folha de São Paulo.

Frota foi enquadrado em artigo do regimento do partido que fala sobre desalinhamento partidário. O presidente do PSL, Luciano Bivar, a expulsão está relacionada às declarações do deputado sobre o presidente Bolsonaro e sobre seus correligionários, e não a seu voto na reforma da Previdência. 

No segundo turno da votação, na Câmara, ele foi o único deputado do partido que se absteve de votar. De acordo com a cúpula do PSL, a decisão pela expulsão foi unânime. 

Expulso, Frota não poderá ser acusado de infidelidade partidária e pode buscar outra legenda. Ele já teria recebido convite de partidos como DEM, PSDB, Podemos, MDB e PP.