Esporte

Próximo adversário de Mike Tyson, Roy Jones Jr. planeja fazer luta de boxe com Anderson Silva

Ex-campeão mundial de boxe em quatro categorias e duas vezes medalhista de prata olímpico, americano diz que ele e Spider deram suas palavras um ao outro de que se enfrentariam

Envolvido em uma luta de boxe que promete parar o mundo contra ninguém menos que Mike Tyson em setembro, Roy Jones Jr. já tem planos para sua próxima apresentação, E o a adversário pode ser ninguém menos que Anderson Silva. Em entrevista ao site "MMA Fighting", a lenda do boxe lembrou que uma luta entre ele e o Spider vem sendo falada há anos, muito antes de Floyd Mayweather x Conor McGregor, e revelou que o brasileiro teria mais chances que o irlandês de se sair bem contra um pugilista profissional.

- As pessoas falam sobre uma luta de boxe entre Roy Jones Jr. e Anderson Silva há anos, antes mesmo da luta entre Conor McGregor e Floyd Mayweather. Nós deveríamos ter lutado antes. Diferentemente daquela luta, Anderson tem experiência profissional de boxe, e McGregor não tinha. Essa é uma luta muito mais competitiva, principalmente porque estamos mais velhos. Por ter experiência, é muito mais fácil para ele sobreviver. Anderson não teria que encarar o Roy Jones que era um "tigre jovem". Mas ele consegue lidar com o Roy Jones mais velho. Ele teria uma chance porque eu estou muito mais velho. Ainda assim é um grande evento, e teria sido um evento gigantesco se tivesse acontecido naquela época. Mas é como Mike Tyson mostrou agora: "Nunca diga nunca". A oportunidade pode aparecer a qualquer momento.

 Amigo pessoal de Anderson Silva, Roy Jones Jr. também revelou que ele e o brasileiro deram suas palavras um ao outro de que a luta entre eles aconteceria assim que houvesse uma chance, ou que os dois conseguissem tempo para se preparar para o evento.

- Ele é um grande amigo e uma grande pessoa. Ele não fala bem inglês, mas sempre disse que queria essa luta, e nunca lhe deram a oportunidade de fazê-la, ou nunca teve tempo. Mas nós dois nos demos nossas palavras de que, se tivéssemos a chance, nós faríamos essa luta. Se a chance aparecer, tenho certeza que nós dois faríamos uma luta que entreteria a todos. Se tudo der certo, nós podemos lutar - disse o ex-campeão mundial dos médios, supermédios, meio-pesados e pesados.