Mandaguari

Mandaguari faz campanha incentivando compras em comércio de bairro

Em parceria com o Sebrae, município orienta consumidores a valorizarem pequenos negócios

Usando como base material disponibilizado pelo Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), a Prefeitura de Mandaguari aderiu a uma campanha que incentiva mandaguarienses a comprarem em comércios dos bairros onde residem. 

O impacto da pandemia do coronavírus na economia já é sentido por todo o mundo. Governos e bancos anunciaram medidas que visam amenizar os abalos, enquanto empresas tentam se adequar à nova realidade de portas fechadas ou parcialmente abertas e com baixo faturamento. Segundo o Sebrae, dentro desse cenário caótico, o consumidor tem um papel fundamental: apoiar o comércio dos bairros, evitando assim aglomerações e filas no centro da cidade, especialmente no caso do ramo alimentício, como mercadinhos e bairros perto da nossa casa.

Ainda de acordo com o Sebrae, valorizar empreendedores e colaborar com pequenos negócios durante o período de quarentena ajuda tanto na sobrevivência da empresa, quanto no desenvolvimento socioeconômico do estado e do país. Isso porque as micro e pequenas empresas são responsáveis por mais da metade dos empregos formais no Brasil. E, dentro do cenário de medidas restritivas de contenção da pandemia, muitas terão problemas financeiros. 

É necessário mobilizar a sociedade e criar uma verdadeira rede de suporte ao comércio dos bairros, estimulando a economia da região. Campanhas nas redes sociais têm estimulado o apoio aos pequenos negócios neste momento, seja comprando ou auxiliando na divulgação. Essa é a melhor forma de enfrentarmos juntos a crise do coronavírus, afirma o Sebrae.

Orientações da campanha

Veja a seguir orientações que fazem parte da campanha do Sebrae:

Compre dos pequenos

Uma das principais maneiras de auxiliar os empreendedores em meio à crise é comprando nas empresas locais. Mesmo com as portas fechadas, muitas seguem atendendo aos clientes através do serviço de delivery ou para retirada, como supermercados, restaurantes e docerias.  

Todos precisam comprar itens básicos, como comida e produtos de higiene e limpeza. Pesquise quais estabelecimentos da sua rua ou bairro estão em funcionamento e os priorize. 

Não cancele, remarque

Antes da chegada da pandemia, muitos clientes estavam com serviços fechados e agendados para casamentos, festas, viagens, ou até mesmo planos de academia e personal trainer. Não cancele o serviço, adie e ajude a evitar o colapso financeiro.

Entre em contato e opte por remarcar. Essa é uma maneira de ajudar as empresas e profissionais autônomos a manterem o fluxo de caixa e, assim, reduzir os prejuízos causados pela suspensão das atividades. 

Adquira voucher

Outra dica importante do Sebrae é a compra serviços antecipadamente é outra forma de ajudar os pequenos negócios a ultrapassar a crise do coronavírus. Empresas dos setores de varejo e serviços, como lojas de roupas, salões de beleza e bares estão oferecendo vale-compras para serem utilizados posteriormente. 

Você adquire o voucher, permite que o dinheiro siga circulando no mercado e usufrui no momento oportuno. Dessa forma o cliente ajuda na manutenção de empregos e distribuição de renda. 

Divulgue e indique

Mesmo que não compre, estimule os negócios locais através de divulgação. Farmácias, pet shops e mercearias seguem em funcionamento. Use as redes sociais para estimular o consumo desses pequenos estabelecimentos da sua rua ou bairro. 

Incentive as pessoas a fazerem o mesmo, trocando grandes empresas e redes por pequenos comerciantes. Outra forma de auxiliar na divulgação é dar dicas dos seus estabelecimentos favoritos. Indicação tem peso.