Mandaguari

IBGE abre 36 vagas em Mandaguari para o Censo 2021

Oportunidades são para Agente Censitário (ensino médio) e Recenseador (ensino fundamental); Salários são de até R$ 2.100,00

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) lançou, na semana passada, dois editais de processo seletivo para contratação de profissionais temporários que irão atuar na elaboração do Censo 2021. Para Mandaguari, está prevista a contratação de 36 pessoas, sendo quatro Agentes Censitários, com salários de R$ 1.700,00 e R$ 2.100,00, e 32 Recenseadores, cuja remuneração se dará por produção.

A contratação é temporária, para cinco meses. Esse período pode ser prorrogado, se necessário. Além do salário, os contratados terão direito a auxílio-alimentação, auxílio-transporte, auxílio pré-escola, férias e 13º salário proporcionais. Os profissionais irão atuar no levantamento de informações do município. O Censo, que é elaborado de dez em dez anos, seria construído no ano passado, mas foi suspenso por conta da pandemia do novo coronavírus.

FUNÇÕES E INSCRIÇÕES - Para a Função de Agente Censitário, é exigido que o candidato tenha o ensino médio completo. O melhor colocado será contratado como Agente Censitário Municipal (ACM), com remuneração de R$ 2.100,00, sendo que outros três serão contratados como Supervisores, com salário de R$ 1.700,00. A inscrição pode ser feita entre 19 de fevereiro e 15 de março, pelo site da organizadora: https://www.cebraspe.org.br/concursos/IBGE_20_AGENTE. O valor da taxa é de R$ 39,49.

Já para a função de Recenseador, quem for concorrer à vaga deve ter o ensino fundamental completo. Se aprovado, é recomendável que o contratado atue por, no mínimo, 25 horas semanais, aplicando os questionários a domicílio. Sua remuneração se dará por produção. Para este cargo, as inscrições ocorrerão de 23 de fevereiro a 19 de março, também pelo site da organizadora da seleção: https://www.cebraspe.org.br/concursos/ibge_20_recenseador. A taxa para se inscrever é de R$ 25,77.

A PROVA - A aplicação da prova para o cargo de Agente Censitário está prevista para 18 de abril. Para Recenseador, a avaliação ocorrerá em 25 de abril. Como as provas serão aplicadas em dias diferentes, o candidato pode se inscrever para as duas funções.

O exame para Agente Censitário será composto por 10 questões de Língua Portuguesa, 10 questões de Raciocínio Lógico Quantitativo, 5 questões de Ética no Serviço Público, 15 questões de Noções de Administração / Situações Gerenciais e 20 questões de Conhecimentos Técnicos.

Já os candidatos à função de Recenseador farão prova objetiva com 10 questões de Língua Portuguesa, 10 questões de Matemática, 5 questões sobre Ética no Serviço Público e 25 questões de Conhecimentos Técnicos. Os conteúdos cobrados podem ser encontrados no edital, no site da organizadora.

ATRIBUIÇÕES - O Agente Censitário Municipal (ACM) será o responsável por coordenar toda a coleta de dados do Censo no Município. Já os Agentes Censitários Supervisores (ACS) irão supervisionar as equipes de Recenseadores. Os Recenseadores, por sua vez, são as pessoas responsáveis por coletar os dados nos domicílios, por meio de questionários. O início dos trabalhos está previsto para agosto.