Região

Em Maringá, Sebrae/PR promove rodada de negócios on-line para artesãos

Evento virtual será na próxima segunda-feira (25); inscrições estão abertas

Pesquisa realizada pelo Sebrae neste mês, com parceria da Fundação Getúlio Vargas, mostra que os microempreendedores individuais e micro e pequenas empresas do setor de artesanato estão entre os mais afetados pela crise causada pela pandemia do coronavírus. A perda média de faturamento no segmento é de 68%.

 

Para auxiliar os artesãos de Maringá a buscar soluções, o Sebrae/PR realizará, na próxima segunda-feira (25), às 16h30, a “Rodada de Negócios Virtual” para empreendedores do segmento. A inscrição é gratuita e pode ser feita pelos telefones (44) 3221-1646 ou (44) 3221-1316 – haverá seleção pela Diretoria de Turismo da Prefeitura de Maringá, parceira nesta ação.

 

O evento visa a aproximar os artesãos de empresas do varejo local que possam comercializar os artesanatos, bem como de serviços locais de delivery. Os varejistas que quiserem participar podem se inscrever por meio do site Maringá Entrega (maringaentrega.com.br/eventos). As vagas são limitadas.

 

“Além de mostrar a oportunidade do artesanato local se inserir no comércio de forma parceira, faremos uma reflexão sobre como os produtos podem ser personalizados, mostrando a importância disso e que a cooperação pode ser o caminho. Os produtos precisam estar conectados com o varejo, ser exclusivos e estar inseridos digitalmente”, diz a consultora do Sebrae/PR, Patricia Santini.

 

O consultor do Sebrae/SP, Augusto Aki, que atua no estado vizinho e participa de projetos de varejo há mais de 30 anos, participará do evento como convidado para apresentar aos participantes tendências do segmento. De acordo com Aki, o consumo passará a ser mais emocional, o que norteará também o mercado de artesanais.

 

“Os consumidores vão favorecer mais o comércio de bairro, portanto, precisa ser mais acolhedor e comercializar artesanato que está alinhado a esse propósito. Também buscarão por boas lembranças nos produtos e montarão em suas casas ambientes personalizados para buscar tranquilidade, os “cocoons”. O artesanato liga tudo isso, mas precisa deixar de ser genérico. Os produtos precisam também contar a história de quem faz e agregar conteúdo”, explica Aki.

 

A “Rodada de Negócios Virtual” é realizada pelo Sebrae/PR, com apoio do movimento #superaMaringa, Associação Comercial e Empresarial de Maringá (Acim) e Programa Empreender. Ocorre toda segunda-feira, às 16h30, pela internet. A agenda das rodadas e informações para inscrição estarão sempre disponíveis no site Maringá Entrega.

 

A iniciativa visa a fomentar os negócios cadastrados no Maringá Entrega, concretizado a partir do movimento #superaMaringa para ser uma vitrine de negócios locais. O site ganhou recentemente uma categoria exclusiva para artesanato. Os interessados podem cadastrar a empresa gratuitamente.