Esporte

Champions: Histórico mostra dificuldade para viradas de Neymar e Vinicius Junior

Em 20 semifinais, apenas uma vez o mandante ficou em desvantagem no jogo de ida e conseguiu reverter na casa do rival para disputar a decisão

Dois dos principais jogadores brasileiros em atividade na Europa, Neymar e Vinicius Junior deverão penar para conseguir a tão sonhada classificação para a final da Champions. Seus times, Paris Saint-Germain e Real Madrid, encontram-se em situação raríssima de ser revertida na competição.

Em uma análise das semifinais da Champions de 2010 a 2019 (em 2020 a fase da competição ocorreu em jogo único devido à pandemia), dos 20 duelos, em apenas dois o time que saiu atrás no jogo de ida conseguiu mudar o quadro na partida de volta. Desses dois, em apenas um isso aconteceu na condição em que se encontram hoje PSG e Real.

Em 2019, o Tottenham perdeu em casa para o Ajax por 1 a 0 e conseguiu a classificação para a decisão da Champions contra o Liverpool vencendo em Amsterdã por 3 a 2.

No mais, sempre que algum time conseguiu alguma vantagem na primeira partida, ele foi capaz de confirmá-la na segunda e ir à decisão.

Para Neymar e Vinicius Junior, a classificação para final, se acontecer, será em condições adversas. O Paris Saint-Germain perdeu em casa para o Manchester City por 2 a 1 e terá de vencer o jogo de volta, na Inglaterra, para avançar. Empate e até derrota por 1 a 0 classificam os Citzens.

Já o Real Madrid de Vinicius Junior precisa ao menos fazer um gol contra o Chelsea, em Londres, para alimentar o sonho da classificação. Com o empate em 1 a 1 em Madrid, os Blues tem a vantagem do 0 a 0 a favor.