Policial

Caso Magó: Força tarefa prende suspeito de ter assassinado bailarina

Uma equipe formada por policias de Mandaguari, Maringá e Apucarana comandada pelo Delegado Zoroastro Nery do Prado e pelos investigadores, Hélio, Cassiano e Fabiano, prenderam por volta das 5 horas da manhã na cidade de Apucarana Flávio Campana de 40 anos, principal suspeito de ser o assassino da bailarina maringaense Maria Glória Poltronieri Borges, 25 anos, a Magó.

A prisão de Campana foi feita com base nos resultados de exame de DNA, que comprovam a sua ligação com o assassinato da bailarina. Conforme informações, Flávio será transferido para cidade de Maringá.

Magó foi morta na região da Cachoeira do Massambani na zona rural de Mandaguari, no dia 26 de janeiro.