Policial

Agressões, ameaça e furto marcaram plantão policial em Mandaguari

PM registrou situações como sobrinho agredindo tio, neto agredindo avô, entre outras. Veja detalhes.

O plantão policial em Mandaguari foi marcado por diversas ocorrências registradas entre sábado (8) e domingo (9). Confira a seguir o que mais chamou atenção.

Sobrinho agride tio

Por volta de 13h de sábado, a PM foi informada de uma situação de vias de fato na Rua Manoel Antunes Pereira, Centro. Soldados percorreram a rua e não encontraram os envolvidos, e posteriormente chamados no PAM (Pronto Atendimento Municipal) para fazer contato com a vítima, que tem 55 anos. O morador relatou que teve uma discussão com um sobrinho, que teria usado um banco para agredi-lo. O suspeito de cometer o crime não foi encontrado.

Moto apreendida

Ainda no sábado, por volta de 15h, um jovem de 18 anos que não possui Carteira Nacional de Habilitação (CNH) foi flagrado conduzindo uma moto no Centro de Mandaguari. Ele foi abordado e teve o veículo recolhido.

Ameaça

Às 16h, na Estrada Caitu, Jardim Social, um homem de 42 anos foi até uma residência e ameaçou de morte moradores do local, além de agredir alguns deles. As vítimas foram orientadas quanto aos devidos procedimentos.

Jovem agride avô no Centro

Por volta de 17h45, um idoso de 70 anos entrou em contato com o pelotão para relatar que vem sendo agredido constantemente por seu neto, um jovem de 20 anos e mora na mesma casa que ele. No sábado, o rapaz teria usado um pedaço de madeira para bater no avô, além de pegar sua carteira com dinheiro e documentos e danificar a casa. O indivíduo ainda teria ameaçado o idoso, dizendo que iria acabar com ele caso chamasse a polícia, e que também agrediria os soldados. Quando uma viatura chegou ao local, o suspeito havia fugido e não foi encontrado.

Arrombamento e furto em creche

Já no domingo, às 13h, foi registrada situação de arrombamento no CMEI André Malacário, na região dos Cinco Conjuntos. Criminosos furtaram o aparelho de TV de uma das salas da creche. Nenhum suspeito foi encontrado.