Policial

Acusado de cometer homicídio em Marialva é preso em Mandaguari

Indivíduo foi detido em ação conjunta de PM e Conselho da Comunidade. Confira detalhes sobre esta e outras ocorrências do fim de semana

O setor policial em Mandaguari teve intensa movimentação no último sábado (8). Confira a seguir um resumo das situações registradas pela PM no dia em questão.

Acusado de homicídio foi preso

Durante a tarde de sábado, policiais militares e o conselheiro Fábio Macedo da Silva realizaram ação de fiscalização conjunta. Na operação, eles localizaram um homem contra o qual pesava mandado de prisão em aberto – a abordagem aconteceu na Rua Ângelo Parazzi, Jardim Progresso.

 Segundo a polícia, o indivíduo, que não teve o nome divulgado, é acusado de ter cometido um homicídio em Marialva. Ele foi detido e levado à 55ª Delegacia de Polícia Civil de Mandaguari para ficar à disposição da Justiça.

Motorista foi detido embriagado e com habilitação cassada

Às 17h15 de sábado policiais da Rotam estava em patrulhamento pela Avenida Presidente Vargas, Centro, quando avistaram um Peugeot 206 de cor preta em atitude suspeita. Foi dada voz de abordagem ao motorista, um homem de 40 anos que apresentava diversos sinais de embriaguez – o indivíduo estava com forte cheiro de álcool, cambaleante, irritado com a ação e havia uma lata de cerveja aberta no console central e outras fechadas dentro do carro.

Ainda na ação, os policiais constataram que a habilitação do motorista estava cassada. O homem passou pelo teste de bafômetro, que constatou a embriaguez ao volante. Ele recebeu voz de prisão, mas tentou resistir e agiu de forma agressiva, o que motivou o uso de algemas por parte da PM, que encaminhou o detido à 55ª Delegacia de Polícia Civil de Mandaguari. O veículo conduzido pelo morador foi recolhido ao pátio do pelotão.

Acidente de trânsito

Ainda no sábado, às 19h, foi registrado um acidente envolvendo um Fiat Uno e um Volkswagen Fusca na Avenida Fermino Corazza, Jardim Paraná. A batida resultou em danos materiais a ambos os veículos e ferimentos ao passageiro do Uno. Os nomes dos envolvidos não foram divulgados.