Manifestação contra o machismo marca sessão da Câmara de Mandaguari

A sessão de segunda-feira (28) da Câmara de Mandaguari foi marcada por uma manifestação contra o machismo. 

No mês da mulher, um grupo se posicionou contrário às falas do vereador Chiquinho (PSD) na sessão de semana passada. Na ocasião, ao fazer críticas a atual gestão, o parlamentar fez uso de termos que foram considerados machistas pelo grupo. Na sessão desta segunda, durante suas explicações pessoais, o legislador negou atitude machista e justificou que faz “cobranças intensas”, motivadas por pedidos da população.

LIBRAS – A Câmara de Mandaguari passou a disponibilizar intérpretes de Língua Brasileira de Sinais (Libras) durante as sessões parlamentares. A primeira reunião que contou com a presença das profissionais foi justamente a de ontem. A ação representa a materialização da Lei 3.543/2021, de autoria do presidente da Casa de Leis, Alécio do Cartório (PSD), e que foi sancionada no ano passado. Com a medida, o Poder Legislativo espera ampliar o alcance das discussões parlamentares e promover inclusão.

MATÉRIAS APROVADAS – No mesmo dia, os parlamentares aprovaram um projeto em segundo turno: o PL nº 018/2022 (Executivo), que cria o Serviço de Inspeção Municipal de Produtos de Origem Animal. Também foram aprovados cinco matérias em primeiro turno:

– PL nº 135/2021 (Executivo): Dispõe sobre a Política de Meio Ambiente no Município;

– PL nº 009/2022 (Executivo): Celebração de acordo com a União para disponibilização de médico veterinário para inspeção de produtos de origem animal (o que vai permitir o aumento da produção e do número de funcionários de empresa da cidade);

– PL nº 010/2022 (Executivo): Desafetação de terras;

– PL nº 009/2022 (Chiquinho): Obrigatoriedade de socorro a animais atropelados;

– PL nº 012/2022 (Eron Barbiero): Inclusão de conteúdos sobre a Lei Maria da Penha no currículo escolar.

Outros três projetos foram apresentados e despachados às comissões: 012/2022 (Executivo), que autoriza a cessão de barracas a diversas entidades do Município, para uso na programação do aniversário da cidade, em maio; 017/2022 (Executivo), que prevê o valor de R$ 421.200,00 para a Associação dos Estudantes Universitários; e 016/2022 (Mesa Diretora da Câmara), que altera a Lei de Diárias, reduzindo o valor do auxílio aos membros do Poder Executivo. As matérias serão analisadas pelas comissões permanentes e estarão aptas para votação em plenário assim que receberem pareceres favoráveis dos grupos de análise.

PEDIDOS – A sessão contou, também, com a aprovação de cinco requerimentos de informação e dez indicações de obras e serviços.