TESTE HORIZONTAL

“Vejo que a população quer acreditar no novo”, afirma Cir Albiéri

Vice-prefeito de Jandaia do Sul fala sobre candidatura a deputado e se apresenta como opção na região
por Roberto Junior, da Redação do Jornal Agora* em 13/09/2018

Vice-prefeito de Jandaia do Sul, Cir Albiéri tem histórico na vida política e optou por concorrer ao cargo de deputado estadual nas eleições gerais deste ano. Ele já disputou um pleito para o mesmo cargo há 12 anos, quando obteve pouco mais de 16 mil votos. Ao Jornal Agora, Albiéri contou um pouco de sua história e se apresentou como opção de candidato da região.

Jornal Agora: O que te fez decidir por colocar o nome à disposição e ser candidato?

Acho que o momento me levou à candidatura. A gente sente que a população de um modo geral clama por mudança, por renovação. E essa renovação vem em cima de novas pessoas, novas expectativas. Em 2006 tive uma experiência, uma candidatura que não me elegeu mas me deu uma expressão boa em números de votos, ficando na memória das pessoas por muitos anos. Após as eleições de 2016, que nos deu a vitória a Jandaia, vejo caminho facilitado para a candidatura.

Dos votos que teve à época, quantos foram de Mandaguari? Qual sua expectativa para a cidade este ano?

Dos 16 mil, foram dois mil em Mandaguari e quase seis mil em Jandaia. Na época a Ivonéia e o Miltinho Pupio também eram candidatos, e tive que entrar no meio dos dois. Hoje a situação é totalmente o inverso. Temos uma candidatura livre. Mandaguari é uma cidade que me acolheu há mais de 20 anos, onde tenho o Hotel Amazonas. É aqui que eu apostei, que acredito e quero fazer mais negócios. Então acho que tem tudo para que a gente possa fazer um trabalho por Mandaguari caso eleito.

E como está a receptividade de jandaienses e mandaguarienses à sua candidatura?

Muito boa. Vejo que a população quer acreditar no novo e no mais próximo, que são os candidatos locais. São pessoas regionais, da cidade ou que tem ligação com ela. E eu vejo, se eleito for, uma grande projeção política minha. Não em termos municipais, mas em termos de trabalhar como deputado por todos aqueles que depositarem sua confiança em mim.

Uma questão que você sempre aborda é a das pessoas com algum tipo de deficiência. Faz parte da sua pauta de propostas?

Essa é uma bandeira que eu carrego. Em todas as reuniões que vou, faço questão de contar um pouco da história da minha vida. As pessoas observam minha condição e pensam na história, e eu sempre conto que aos 17 anos estava no banco de trás de um carro, uma das portas abriu, caí, tive uma torsão da coluna e acabei ficando na cadeira de rodas. Esse fato já ocorreu há mais de 30 anos. O tempo foi me mostrando que Deus tinha um propósito na minha vida, que era me dedicar às pessoas menos favorecidas. A minha vida foi conduzida dessa maneira e continuará sendo assim.

Atualmente você se encontra no Partido Verde (PV). Qual sua expectativa em relação ao partido e também número de votos?

Fui ao PV a convite do Ratinho Jr, e vejo o partido com bons olhos. Um partido sério, limpo, que trabalha a natureza, os direitos da mulher, do idoso. Uma proposta que me sensibilizou, porque é a linha que quero adotar se for eleito. É difícil estimar número de votos, mas a expectativa é sempre de ganhar. Enxergo uma real possibilidade disso. Acredito seriamente que, se Deus quiser, estarei entre os eleitos.

TESTE VERTICAL
www.portalagora.com Fone: (44) 3133-4000 Rua Renê Táccola, 190 - Centro - Mandaguari - PR